Filmes & Séries

Todos Temos uns 13 Porquês!

Uma garota se mata aparentemente sem motivo algum. Muitas pessoas fazem isso diariamente. A diferença, é que aqui, ela deixou uma carta em formato de áudios, mostrando o que um suicida pensa nos seus últimos momentos de vida.

A busca por uma explicação, a tentativa de um auto-convencimento, seu último suspiro para se convencer de que a sua vida merece uma nova chance. A série já entrega que esse momento não veio, e seu último pedido é realizado. Fazer com que todas as pessoas que deram um motivo para sua morte, ouvissem esses áudios. A regra é simples, ouça os 13 porquês e passe os áudios adiante para o próximo porquê. Cada pessoa é um porquê, cada atitude tomada por alguém a sua volta motivou ela a fazer aquilo que fez. Atitudes pequenas que somadas, geraram algo fora de controle. Entretanto, nem mesmo por isso, podemos culpá-las pelo que a protagonista morta, Hannah Baker fez, elas não tiveram total culpa, agiram inconscientemente, adolescentes ainda em formação, aprendendo as lições da vida através das experiências e dos erros. A série conta aqui, a perspectiva de Clay Jencer, um garoto introvertido apaixonado por Hannah Baker e que não entende o porquê de estar nas fitas. Essa dúvida misturada com a recente tragédia, faz com que ele busque meios de corrigir tudo que os “porquês” fizeram de errado com a garota. Uma história para adolescentes, com dramas adolescentes, mas que trazem lições de empatia, solidariedade e compaixão para com o próximo. Visualizar que todos temos uma carga histórica que nos moldam, nos ajuda a entender a origem de nossas atitudes e manias, o caos gerado dentro de nossas mentes, advindo de nossas criações e ligações sociais. As pessoas não são simples. Nada é simples. Por isso é impossível definir em poucas palavras o quanto gosto deste romance e o quão prazeroso foi vê-lo adaptado para uma série. Sou contra a “endemonização” de pessoas, a atitudes precipitadas, aos pré-julgamentos e “PRÉ”conceitos. A vida não é linear, coisas acontecem a todo o tempo, simultaneamente e com todos. Acelera sua evolução e desacelera a velocidade com que você demora para formar uma opinião. Tudo está em constante transformação, não impeça que sua mente transforme também. Ame, analise, viva, compartilhe. Observe sempre por mais de um ângulo. Uma mesma história nunca tem apenas uma verdade, às vezes ela tem duas, três ou treze.

Post feito em parceira com o portal O ESPECTRO.

 

Posts Relacionados

Previous Post Next Post

You Might Also Like