Teatro

Os Miseraveis

Acho que todo mundo aqui já assistiu ou teve algum contato com Os miseráveis. Seja pelo livro que deu origem a história ou as tantas releituras em filmes, quadrinhos, e tantas outras mídias. Muita coisa surgiu do material original, até porquê já fazem mais de 155 anos que a obra original foi escrita por Victor Hugo. São Paulo já teve a chance de ver uma adaptação deste grande musical que possui cartaz fixo na Broadway. Na primeira vez que ele esteve aqui no Brasil, eu não pude assisti-lo, então não tenho parâmetros para comparar as diferenças das adaptações. Enfim, eu como um bom amante de músicas fui assistir “Os miseráveis” na estreia no Teatro Renault na Brigadeiro Luis Antonio.

A estrutura de palco está maravilhosa! Eu não tenho palavras para descrever como bonito está o cenário! Igualmente complexo ao musical Wicked que foi exibido anteriormente no mesmo local. Eu senti que os atores estavam menos preparados que o do Wicked, porém talvez seja porque o elenco tem em sua composição muitas crianças. Os efeitos especiais são um show a parte! E fazem com que compense todo o restante. As cenas de ação, momentos marcantes são recheados de projeções que nos fazem pular da cadeira. Por mais que eu tenha achado que as crianças possam ter sido um ponto negativo na atuação, são elas que estão a todo o momento em cena, e que em muitas vezes servem como fios que vão entrelaçando todos os enredos da peça, o que deixa o espetáculo mais interessante. Com certeza esse é um musical que irá te arrancar lágrimas, levarei minha mãe em breve para assistir, e o fato de a história ter como plano de fundo uma época real na história, com acontecimentos reais, com certeza a fará derramar litros de choro. Com relação as músicas, achei todas fantásticas, porém ao contrário de Wicked (estou usando ele como comparativo exatamente por ser o último a ser exibido neste mesmo teatro e por ainda estar fresco em minha mente) que eu conhecia todas as músicas do original norte-americano, aqui eu não tive nenhum comparativo para saber como foi a adaptação das traduções para a nossa língua.

Vale muito a pena a assistir, o teatro é pago, e custa desde 25 a 310 reais, lembrando que o Teatro Renault também possui sessões populares as quartas-feiras (valor fixo para todas as cadeiras a 50 reais) para quem não está com muita grana na carteira.

A exibição ficará por tempo limitado, não perca essa chance!

 

Posts Relacionados

Previous Post Next Post

You Might Also Like