Filmes & Séries

Resident Evil – Maratonando os filmes #1

É essa semana!

Dia 26 de janeiro estréia nacionalmente o filme “Resident Evil 6 – O capítulo final”.

Até então já tinha ouvido falar sobre a franquia, jogado um pouco aqui, lido sobre algo aqui, porém nunca tinha parado para me aprofundar e conhecer a trama.

Foi quando me convidaram para ir na estréia dessa semana. O que fiz? Assisti o primeiro filme, e o resultado foi que amei!

Por isso decidi fazer esses posts. Durante a semana, até a data de estréia, irei falar sobre os filmes em meu blog.

A começar, irei falar sobre o primeiro (meio óbvio né? rsrs)

Resident Evil – O hóspede maldito.

Gente, não tenho nada contra filmes dublados, acredito na útil existência dos mesmos, inclusive nas traduções de títulos localizadas, o qual as vezes mudam totalmente a tradução literal para que no bom português faça-se algum sentido. Porém aqui, não vejo o porque deles terem literalmente, colocado como subtitulo a tradução do original em inglês, afinal, a franquia quando lançada nos cinemas, já fazia sucesso nos games, assim, um simples título em inglês já seria o suficiente. Enfim, vamos falar do que eu gostei.

A trama é a seguinte, Alguma coisa terrível está oculta na “Colméia”, um enorme laboratório subterrâneo utilizado para pesquisa genética que é controlado pela Umbrella, uma dos maiores conglomerados do mundo. Lá há uma epidemia do T-Vírus, uma arma biológica de grande poder que acaba matando todos os cientistas que lá trabalhavam. Na verdade se eles tivessem sido mortos realmente teria sido ótimo, mas todos são transformados em zumbis, que sentem uma fome incontrolável e transformam todas as suas vítimas em outros zumbis. Quando isto acontece Alice (Milla Jovovich), que não sabe bem quem ela é, e Rain Ocampo (Michelle Rodriguez) se integram a um comando que entra na “Colméia” para entender e tentar controlar a situação. Porém isto tem de ser feito muito rápido, pois em três horas “Rainha Vermelha”, o supercomputador que controla o local, o selará para sempre e quem estiver lá dentro estará fatalmente condenado a se tornar um zumbi. (fonte: adorocinema)

O suspense percorre toda a trama do primeiro filme, já no principio criasse varias duvidas (principalmente para quem nunca jogou), quem seria a Umbrella Corporation? Quem é a protagonista? Por que ela tem esses lapsos de memória? Quem derrubou o vírus? O mais bacana do filme é que todas essas respostas são dadas de maneira bacana, de um jeito que te faz prender e nem perceber que o filme já está quase acabando. Existem algumas falhas de roteiro, a fotografia podia ser melhor, mas para uma adaptação de um videogame (ao qual todos sabemos que adaptações de jogos não costumam ser bem sucedidas), esta se supera e mostra que sim é possível uma adaptação ser boa.

A única coisa que achei que deixou muito a desejar, foi a trilha sonora, achei ela muito desconexa com os acontecimentos do filme. Esperamos que no próximo seja melhor.

O final? Te deixa um grande cliffhanger já mostrando que desde 2001 eles pretendiam fazer várias sequências desse filme. E não é a toa que estamos aqui, quase indo para o sexto (e prometido ultimo).

 

No próximo post falarei sobre o segundo, o objetivo é falar e assistir todos até o dia da estréia! Bora maratonar!

Posts Relacionados

Previous Post Next Post

You Might Also Like